quinta-feira, 31 de julho de 2008

Liberdade de imprensa ameaçada nos Jogos Olímpicos

PEQUIM 2008


Área de imprensa construída para os Jogos Olímpícos

O jornal “L’Équipe” publicou ontem uma declaração do Comitê Organizador das Olimpíadas de Pequim que diz sobre algumas restrições ao acesso à internet no país-sede. “Durante os Jogos, nós forneceremos um acesso à internet que seja apenas suficiente para os jornalistas”, disse o Comitê através de seu porta-voz Sun Weide.

Essa postura da China vem contra a promessa feita de que o acesso à rede mundial estaria totalmente liberado durante os eventos para um melhor trabalho dos profissionais de imprensa que cobrirão os Jogos Olímpicos.

A liberdade total do acesso à internet não acontece normalmente no país. O governo chinês bloqueia os sites que são contrários ao regime do país, entre eles o da Anistia Internacional, o site do movimento espiritual Falugong e da BBC.

Segundo matéria da UOL, o presidente do Comitê Olímpico Australiano, John Coates, irá conversar com as autoridades chinesas para retirarem estas restrições, pois como o Comitê Olímpico Internacional, ele vê a medida como séria e prevê prejuízo para a imprensa.

foto: AFP

2 comentários:

Wagner L. Moreno disse...

Pra quem pensa que estar fazendo a cobertura por lá será facil está muito enganado!

http://infocasa.blogspot.com

Larissa Santiago disse...

oxenn...
q loco!