sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Brasileiros são maioria dos homens que se prostituem na Espanha

ESPANHA

Uma pesquisa feita na Espanha pela ONG Triângulo em parceria com o governo regional de Madri e conduzida pelo Ministério da Saúde revelou que quase 70% dos homens que se prostituem no país são brasileiros. Sete mil pessoas foram ouvidas na pesquisa e esta mostrou a grande quantidade de homens que saíram do Brasil para trabalhar como garotos de programas e travestis na Europa.

O perfil desses homens é de jovens entre 17 e 28 anos, 75% deles homossexuais, têm baixa escolaridade, estão ilegalmente no país e são inexperientes no trabalho. Em 2005, os brasileiros representavam 36% desse mercado. Em 2006, já eram 55% e ano passado somaram-se 68,8%, número praticamente cinco vezes maior que a quantidade de espanhóis, que são 12%.

Ao contrário das mulheres, que em sua maioria são enganadas e pressionadas por máfias para trabalharem como prostitutas na Europa, os homens, segundo a pesquisa, estão nessa atividade por vontade própria. “A maioria decide permanecer nesse setor por dinheiro”, afirma Maria Pelaez, antropóloga que coordenou a pesquisa.

Mesmo o número de homens sendo grande, a prostituição masculina na é tão visível quanto a feminina. Somente 1% deles coloca anúncios em jornais e apenas 9% trabalham nas ruas espanholas. A maioria trabalha em saunas gays e o restante consegue clientes através da internet ou trabalhando em prostíbulos.

Outra função da pesquisa foi avaliar a contaminação por AIDS, visto que o contágio pelo vírus é 25 vezes maior entre os homens. Entre as mulheres, o índice é de apenas 1%. No primeiro teste feito com os entrevistados, foi verificado que 19,8% deles eram soropositivos, já no segundo teste, esse índice subiu 6%, ou seja, eles foram infectados no dias entre os dois testes.

Dos homens que participaram da pesquisa, 97% disseram que usam preservativos, mas não afirmaram se isso acontecia em todas as relações. “O problema é que muitas vezes o preservativo é um meio de separar as relações sexuais comerciais das particulares, o que dificulta identificar e o contágio do HIV surge da prostituição ou não”, explicou o diretor da ONG Triângulo, Ivan Zaro.

15 comentários:

filosofia do sexo disse...

q as mulheres faziam parte dessa estatistica eu sabia.

agora os homens... =/

isso queima a imagem do brasil la fora neh

mas faze o q ...

Plynio Lp disse...

hoj pela manha tava falando com a guria q tinha uma amiga lah e comentei q se nada desse certo "os brasileiros fazem sucesso na espanha, fome ela nao passa", e ate brinkei "o axando q vou pra Ibiza fazer michê", mas tudo na sacanagem, nao sabia q o numero era tao grande assim...

Raoni Frizzo disse...

Mais um dado vergonho para o Brasil no exterior!!! dessa eu não sabia.

Parabéns pela matéria, Adílson!

Jul!o disse...

Mais uma estatística terrível. Mais e mais pessoas a mercê da sorte, vendendo o corpo (e na maioria das vezes, a dignidade) por um "american/spanish/whatever dream"

Psicologia Infantil disse...

Muito interessante esse texto...eu não sabia desse fato e ainda mais que se dá de forma tão diferente da prostituição feminina, já que eles em sua maioria vão por vontade própria...
Parabéns!!
Seu blog está ótimo...interessante mesmo!!

Fábio Buchecha disse...

[Em OFF] Ô aí de cima, deixa de ser panaca tá bom? [/Em OFF]

Enfim, vamos ao comment:

Nota uma coisa: eles admitiem ser soro-positivos mas mesmo assim NÃO SAEM DA PROSTITUIÇÃO. Eles deixam seus "clientes" correrem o risco, e acabam aumentando as estatísticas... Em que mundo nós vivemos...

___________________________________
TemPraQuemQuer <<< Entra!

Fábio Buchecha disse...

Só esclarecendo: comentário em relação ao anônimo aí em cima!

=]

___________________________________
TemPraQuemQuer <<< Entra!

Adilson Jorge disse...

Fábio, valeu pela visita.

O comentário anônimo eu apaguei, visto que basta não ser assinado para perder seu valor.

A internet tem dessas. Infelizmente é aberta para todos, até para os sem conteúdo para um simples cometário. Pior, no caso, aqueles que nem entenderam o post.

Abraços à todos pela visita. O Blogo News agradece. E obrigado também ao "anônimo"; fez meu contador de visitas rodar mais um pouco. VALEU!

André Filipe disse...

Estatística horrível, mas é assim mesmo. Fim dos Tempos. hoho

Gostei do blog, parabéns! ;]

Elton.Breakout disse...

é brother infelizmente ainda existem muitos casos assim
inclusive q as pesquisas não mostram. pq eu acredito q esses numeros são bem maiores q os divulgados

Diego Rodrigo disse...

Isso fica ótimo para o Brasil! que agora não é mais somente visto no exterior como o país das mulheres bundudas e gostosas e fácies.
Agora é também o país que exporta os caras pra europa!
¬¬

Gente isso é sério!

Onde está a educação tão esperada? educação tão prometida?
diegorodrigoss.blogspot.com

Euzer Lopes disse...

É... Comentei para dizer que não há o que comentar...
Acredito que esta notícia veio a público porque a Espanha fez uma pesquisa.
Mas eu não creio que só na Espanha haja brasileiros (acredito que até de outros países) partindo para o submundo da prostituição.

Por Ricardo Cazarino disse...

Olá! Primeiro obrigado pelos comentários e elogios! Seja sempre bem vindo...

Sobre o post, realmente a notícia me supreendeu, não sabia dessa situação.Muito se fala na exploração sexual das mulheres brasil. pelo Europa, mas os homens nesse meio, é a 1 vez que vejo...Muito interessante tua postagem..
Abs

Jokaa disse...

Onde o nosso mundo vai parar
Meu pai!!!!
to pasma

LoS FanFarOeS disse...

Realmente uma vergonha para nosso Pais!!!!
apesar de ser um tipo de profissão honesta que não faz mal a ninguem!!