quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Regularidade nos transportes coletivos

DESABAFO

Ontem estávamos nós felizes e contentes voltando para casa depois da faculdade seguindo nosso costumeiro trajeto indicado abaixo, quando de repente avisaram o motorista da nossa van que tinha fiscalização no posto de guarda de Amparo. Ele prontamente deu um jeitinho brasileiro pra gente passar por lá "de carona" com o ônibus de Itatiba e ninguém sabe se ele passou para Serra Negra ou se dormiu em Amparo.



Exibir mapa ampliado

Mas e aí, nós temos um contrato, temos recibos de pagamento e tudo o mais. E não temos autorização da ARTESP (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo)! Que medo! Isso quer dizer que a gente está andando numa van irregular, e se acontecer alguma coisa... que medo 2!

E no site da ARTESP tem umas explicações sobre o transporte coletivo. Mas nenhuma me confortou com uma brechinha na lei que me permitisse andar nessa van. E lá no posto de guarda rodoviário de Amparo tinha umas três vans que também deveriam estar voltando para Serra Negra paradas, e o pessoal com a maior cara de sono só querendo voltar pra casa. Estariam eles também irregulares? Fico feliz por não ser só a minha van ou com medo pelas quatro?

Medo 3!!!

2 comentários:

Raoni Frizzo disse...

Putz...quer dizer que não tinha acidente nenhum então?? Ainda por cima mentiram pra vocês!

As outras vans também estão irregulares, certeza. E quem paga o pato é o aluno.

Ah, e a foto do dia (a descrição dela também) ficou sensacional...HAUHAUHAUHA

Adilson Jorge disse...

Medo por todos!

A pessoa que se diz um profissional devia ao menos ser mais sincero com os alunos que pagam as mensalidades.

Hoje não mais, mas cansei de visitar o centro de JAGUARIÚNA para escapar de blitz!

Uma van irregular coloca em risco a vida dos alunos.

Adilson