segunda-feira, 30 de junho de 2008

Não convidar colegas para festa gera confusão na Suécia

ANIVERSÁRIO POLÊMICO
.
A entrega de convites para uma festa de aniversário de um menino de oito anos está causando polêmica na Suécia. Durante a aula, a criança distribui os convites para os colegas de classe, porém, dois deles não foram agraciados. A professora, ao notar que os dois não receberam os convites, confiscou o de todos da turma.

A escola afirma que o menino violou o direito dos colegas já que se os convites foram distribuídos no colégio, todos os estudantes da classe deveriam ser convidados. A diretoria levou o caso para o Parlamento. O veredicto será anunciado em setembro, ainda em tempo para o próximo ano letivo da escola.

O pai se defende dizendo que os dois não foram convidados por motivos simples: um não convidou o filho dele para uma festa e o outro brigou com ele. Sobre a atitude da professora de guardar os convites, ele afirma que ninguém tem esse direito. “É como pegar a correspondência de uma pessoa”, disse ao jornal sueco “Sydsvenskan”. “Meu filho ficou muito magoado”, completou.

2 comentários:

Autora disse...

Opinião pessoal: o garoto está no seu direito ao destribuir convites, onde quiser e para quem quiser. Acho que o problema da Suécia é não ter muitos problemas, ai começam a arrumar uns mais 'barra pesada'

Anônimo disse...

Minha opinião é a seguinte : o aluno deve distribuir convites para a sala inteira . Porém , o que não for tão amiguinho dele não vai querer ir . É mais questão de educação .