quinta-feira, 20 de março de 2008

Vergonha de pouco, conforto de muito

CONFORTO EM 1º LUGAR

O trabalho pode não ser dos mais árduos, mas o conforto é indispensável. Vinte e seis cadeiras novas são a sensação da Assembléia Legislativa de Mato Grosso. Poltrona captore, espaldar alta ergonômica, magnetizada, com infravermelho longo, saliências massageadoras, revestida em couro e com base excêntrica, elas foram cotadas à R$ 3.058 cada. No total, a compra chegou a cerca de R$ 79 mil. Segundo a ONG Transparência Brasil, o plenário mato-grossense é um dos quatro mais caros do país. No ano passado, por exemplo, o orçamento permitiu a compra de 24 Toyotas Corolla, que juntos somaram R$ 1,4 milhão.

A compra das poltronas veio de um negócio fechado com o Banco do Brasil. Em troca das folhas de pagamentos dos funcionários, ele pagou as confortáveis cadeiras massageadoras e outros benefícios aos deputados, como um arquivo deslizante para o Instituto Memória do Poder Legislativo e uma usina de reciclagem de papel/lixo.

Para o secretário geral da Assembléia, Edemar Adams, as aquisições são justificáveis. “Amanhã ou depois ele [o deputado] pode ter uma trombose”. “Tenho certeza de que a sociedade mato-grossense respeita, reconhece que seus líderes podem estar sentados confortavelmente para tomar as decisões”, acrescentou o deputado Adalto de Freitas do PMDB-MT. Porém, outros não estão de acordo com a aquisição. “Eu acho que, qualidade de trabalho tudo bem, mas foi um exagero, mas agora vamos fazer o quê? Vamos usá-las. Vamos sentar, vamos sentar na cadeira famosa”, disse o deputado pelo PT-MT, Ademir Brunetto.

Foram adquiridas duas poltronas a mais que o número de deputados, pois é o número total de lugares que possui o plenário. Alguém se habilita a ocupar as cadeiras ociosas? Todas têm controle remoto.

Foto: Juliana Michaela (Terra)

10 comentários:

Everaldo Ygor disse...

Olá...
Mais um desperdicio total das verbas publicas...
Abraços
Everaldo Ygor
http://outrasandancas.blogspot.com/

Raoni Frizzo disse...

Seria bom se algumas dessas cadeiras fossem elétricas também...hauhauhauhau

E o nosso dinheiro vai indo pro lixo...

Excelente matéria Adílson!!! Abraços

Dih da Pâhzinha... disse...

E ai pessoal tem um premio pra vcs la no meu blog!!!
Leiam o prim eiro post!!!

Abraço

http://dihdusbeko.blogspot.com/

Davi Arloy disse...

Olha, vou te falar que isso nao me revolta mais. Simplesmente ignoro politica e suas peculiaridades. Suas açoes nao me afetam em nada. Enfim né?!

Mas com certeza eu queria uma dessas pra mim. rs

Abs

Metal disse...

Pra esses caras dinheiro nasce em avores... infelizmente nos somos as raizes dessa arvore!!!

Carolzita! disse...

É uma pouca vergonha!
E o deputado ainda diz que precisa estar relaxado pra tomar decisões importantes... Me pergunto quais decisões são essas que a gente nunca vê;...

FaBiO disse...

eh velho.. faze oq neh
enkuanto existem pessoas passando fome.... ele fazem isso

enquanto uma pessoa vai lá e rouba u frango do mercado de fome ela é presa
enquanto esses aí naum.. vivem numa boa

Adriano Axel disse...

Ah não!!! Eu não sei se meu instinto ético não é lá dos mais copiosos, mas olha só... antes corruptos que se esforçam pra fazer as maiores tramóias às escondidas e que são maus-caráter (o plural tá certo?!) aprontando por aí do que... do que... do que folgados desenvergonhados em desrespeitar a nação assim "na cara larga"... Meu Deus! A falta de "simancol" impressiona mais que tudo!.... :(

Henrique Felippe disse...

Recebi minha Istoé hoje e existe uma matéria chamada: Gastança com o dinheiro público.
Imagina o tópico de uma parte? É isso mesmo: Poltronas Massageadoras.

Istoé 26 de março/2008 nº2003 pág. 38 e 39.

Henrique
Vai Vendo...

Athosbr99 disse...

Minha cadeira é boa,mas essa dá de 10x0!

Eu quero uma dessas...


------------------------------
http://coisaspararir.blogspot.com