quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Voltando aos poucos às antigas

FÓRMULA 1

De volta em 2009, o pneu slick (liso) foi utilizado pela última vez nos F-1 no campeonato de 1997

Os fãs mais saudosistas da Fórmula 1, entediados com a numerosa gama de auxílios eletrônicos e avanços tecnológicos presentes nos atuais bólidos da categoria, encontraram nesta semana um motivo para voltarem a sorrir e relembrar os velhos tempos da competição. Nos quatro dias de testes no circuito de Jerez, no começo de dezembro, a F-1 vai se preparar para 2009. Foi anuciado nesta terça-feira que as 11 equipes receberão da Bridgestone, única fornecedora de pneus da categoria, jogos de pneus slick, que devem voltar ao regulamento depois de mais de 10 anos ausentes dos carros.

A última temporada em que os compostos slick foram usados foi na de 1997, vencida pelo canadense Jacques Villeneuve, então piloto da Williams. Os "slicks" são pneus que não possuem ranhuras, tendo sua superfície totalmente lisa, gerando maior área de contato com o asfalto e, conseqüentemente, maior aderência. A partir de 1998, Max Mosley, presidente da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), determinou que os pneus deveriam ter ranhuras, para atiçar a briga entre Bridgestone e Goodyear.

Como as queixas pela perda de aderência eram numerosas, as equipes passaram a buscar incessantemente avanços aerodinâmicos para compensar tal perda, o que acabou gerando o atual problema de falta de ultrapassagens nas corridas.

A volta dos slicks estava programada pela FIA para 2008, mas a decisão da Michelin de abandonar a categoria na temporada passada acabou adiando os planos da entidade, que decidiu aplicar a nova regra dos "calçados" somente em 2009. Um outro passo importante para a garantia de maiores disputas nas pistas foi o banimento do controle de tração, usado pelos carros desde 2000.

Enfim a Fórmula 1 está tentando voltar a ser o que era: uma categoria disputada, onde as numerosas ultrapassagens garantiam o show para o público, e não essa monotonia que vemos hoje em dia, onde as paradas de box sempre decidem as provas.

foto: Arquivo Goodyear

5 comentários:

capinaremos@gmail.com (Marcos) disse...

Aêêêê, a F- vai voltando a ter graça...só falta algum brasileiro começar a ganhar...

Abraço Raoni e cia do BlogoNews
________________________________

P.S: Raoni, aguarde para ver a piadinha estilo a do Paraguaio com o Ozzy, AHuahHahUHU!!!!

Johnny M. disse...

O campeonato desse ano foi muito disputado, 3 pilotos com chances de ser campeão na última corrida e o azarão conquistando. Foi muito bom. Mas espero que o ano que vem seja melhor ainda.

dika disse...

Já é a 3ª vez q tento comentar e dá erro na página. :@
__

Tenho saudades da F-1 de antes. O que importa mesmo são os pilotos na pista, é uma que não se vê mais Senna, Michael, Proust... isto não volta mais.

http://digaoquequiser.blogspot.com

Alexandre Garcia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alexandre Garcia disse...

O problema não são os pneus é a aérodinâmico. Os carros são muito dependentes dela, se ela fosse menos eficiente as corridas seriam melhores.

http://penultimapagina.blogspot.com